O advogado do senador Demóstenes Torres, Antonio Carlos de Almeida Castro, conhecido como Kakay, apresentou nesta quarta pedido à Comissão Mista Parlamentar de Inquérito do Cachoeira para que o parlamentar não deponha em sessão marcada para a quinta-feira. A justificativa é que o senador já prestou na terça-feira todos os esclarecimentos supostamente necessários ao Conselho de Ética do Senado. “Estamos solicitando à CPI que ele não venha. Se vier vai permanecer calado”, adiantou Kakay. A defesa do senador entregará à CPI a cópia das alegações feitas por Demóstenes no Conselho de Ética.