Hermas Brandão, ontem: “Campanha
somente na televisão não resolve”.

Os tucanos do Paraná vão fazer uma convocação geral para que deputados, prefeitos e outras lideranças políticas da base aliada comecem a se envolver na campanha do candidato ao governo, o vice-prefeito licenciado de Curitiba Beto Richa.

A estratégia é massificar a campanha do tucano para tentar alavancar sua candidatura que ainda não conseguiu superar a barreira de 5% na preferência do eleitor, conforme as pesquisas de intenções de votos.

Para o presidente da Assembléia Legislativa e integrante da cúpula tucana, deputado estadual Hermas Brandão, o desempenho de Beto ainda não é preocupante. Mas é preciso que a aliança PFL-PSDB não perca tempo, que é curto para reverter a desvantagem, assinala Brandão. A avaliação do deputado é que Beto está sendo prejudicado por não ser um nome tão conhecido do eleitor.

“Ele está concorrendo com adversários cujas candidaturas já estão há muito tempo na rua. São dois ex-governadores, dois senadores?, afirmou o deputado, referindo-se aos candidatos do PDT e do PMDB, os ex-governadores e atuais senadores Álvaro Dias e Roberto Requião, que ocupam a primeiro e a segunda posições nas pesquisas . Para o deputado, apesar do famoso sobrenome Richa, o eleitor ainda não está familiarizado com Beto, que exerceu dois mandatos de deputado estadual e em 2000, foi eleito vice-prefeito de Curitiba.

Na rua

Brandão disse que a expectativa de crescimento de Beto não pode estar assentada exclusivamente no fato de o candidato tucano ter o dobro do tempo dos seus adversários no horário eleitoral gratuito nas emissoras de rádio e televisão. “O que precisamos é ter campanha na rua e trabalho das lideranças. Televisão somente não resolve”, afirmou o presidente da Assembléia.

O deputado tucano acha que por não ser conhecido, Beto não pode ter o mesmo cronograma de campanha dos outros candidatos. “Ninguém ainda colocou a campanha na rua. Mas nós precisamos ir antes, justamente porque não somos conhecidos. Nós temos que ter material para forrar o estado e nossos deputados, prefeitos e as lideranças têm que participar deste trabalho. E temos que começar já”, afirmou Brandão.