Afastado de suas funções de deputado, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) recebe o tratamento de “vossa senhoria” e não de “vossa excelência” ao depor nesta manhã no Conselho de Ética da Câmara. De acordo com o presidente do conselho, deputado José Carlos Araújo (PR-BA), ao ser afastado, Cunha perde todas as prerrogativas de deputado. “O direito de ser chamado de vossa excelência é uma delas”, disse.

Cunha usa o broche que identifica deputados e, na placa que o identifica na mesa, também recebe o tratamento. Abaixo de seu nome também consta sua situação no conselho, de “representado”.