O governador do Ceará, Cid Gomes (Pros), conversou nesta terça-feira, 16, com a presidente Dilma Rousseff, em Brasília. Cid é cotado para ocupar o Ministério da Educação, controlado pelo PT.

Dilma gosta de Cid e quer retribuir o apoio dele em sua campanha. No ano passado, o governador deixou o PSB e se filiou ao Pros para ficar ao lado da presidente.

O Pros, atualmente, tem um representante no Ministério da Integração Nacional, pasta que está sendo reivindicada pelo PMDB, e na Secretaria dos Portos. Além de dar aval a Dilma, Cid lançou o petista Camilo Santana para sua sucessão no Ceará. Santana venceu a disputa contra o PMDB.

Desde o fim da eleição, Cid tem dito que pretende ser consultor do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), porque quer morar no exterior. Os petistas, porém, acreditam que ele ficará mesmo com a pasta de Educação, mesmo porque está procurando imóvel para alugar em Brasília.

O ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab também esteve nesta terça-feira em Brasília. Presidente do PSD, Kassab tem o nome citado para Cidades. Nos últimos dias, assessores parlamentares do PSD já estiveram até mesmo no Ministério para conhecê-lo.