A Copel está abrindo à iniciativa privada a oportunidade de se juntar à empresa na campanha de arrecadação de recursos para o programa Fome Zero, a principal ação social do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), por meio da conta de energia elétrica.

Em troca da participação financeira no custeio das despesas de produção do material da campanha (formulário para o consumidor autorizar sua contribuição, peças promocionais e veiculação), os parceiros vão expor sua marca e associá-la às marcas da própria Copel, do Programa e das instituições que vão coordenar as atividades do Fome Zero no Estado a Secretaria do Trabalho, Emprego e Promoção Social e o Provopar.

Para oferecer igualdade de oportunidade a todas as empresas interessadas, a Copel vai publicar nos próximos dias no Diário Oficial um edital de Consulta Pública. “Queremos democratizar ao máximo a participação da sociedade nesse processo, dentro do princípio de absoluta transparência aos atos da administração pública que foi determinado pelo governador Requião”, informou o presidente da estatal, Paulo Pimentel.

Cerca de 2,7 milhões de lares em todo o Paraná irão receber proximamente, junto com uma de suas contas de luz, formulários para autorização de contribuições ao programa Fome Zero.