Com votação simbólica de deputados federais e senadores, o Congresso Nacional aprovou na tarde desta quarta-feira, 2, requerimento para o encerramento de discussão e iniciou o processo de votação do projeto de revisão da meta fiscal de 2015 para um déficit de até R$ 119,9 bilhões, ou 2% do Produto Interno Bruto (PIB). Com isso, o presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), abriu o processo de encaminhamento dos votos, que deve começar em instantes.

Na Câmara, é preciso o quórum mínimo de 257 deputados para que a votação ocorra e, caso a proposta seja aprovada, de 41 senadores. Há pouco, 461 deputados e 67 senadores tinham registrado presença, mas não necessariamente estavam no plenário. A sessão já dura quatro horas.