Caso as urnas confirmem os cenários apontados pelas últimas pesquisas, PT e
PMDB serão os partidos a eleger maior número de prefeitos no próximo domingo
(26). As duas principais legendas da base de apoio do governo Lula têm a
possibilidade de emplacar seus candidatos em até 21 das 30 cidades que terão
o segundo turno. 

Levantamento feito pelo Congresso em Foco, com base nas últimas pesquisas
eleitorais, indica que, enquanto os petistas aparecem na dianteira em 11
municípios com mais de 200 mil eleitores e ainda seguem vivos na disputa em
Salvador (BA), os peemedebistas têm boas chances em nove cidades. Entre
elas, seis capitais, inclusive a baiana, onde o confronto entre os dois
partidos é direto e dos mais acirrados. 

Mesmo com a possibilidade de elegerem juntos, no máximo, apenas sete
prefeitos no domingo, os dois principais partidos de oposição ao Planalto
também deverão ter motivos para festejar o resultado da eleição. O PSDB
desponta como favorito em duas capitais – Cuiabá (MT) e São Luís (MA) – e o
DEM é favorito para comandar a principal cidade do país, São Paulo (SP).