Com 257 deputados federais e 48 senadores presentes e um quórum mínimo garantido para votações nas sessões do Congresso, o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) iniciou perto das 14h desta quarta-feira, 2, a discussão do projeto da revisão da meta fiscal de 2015, para um déficit de até R$ 119,9 bilhões, ou 2% do Produto Interno Bruto (PIB).

“Vamos começar por onde terminamos ontem, com vários requerimentos de inversão da pauta”, disse Renan, citando as medidas adotadas pela oposição para postergar as votações e que provocaram o encerramento da sessão do Congresso, na madrugada de hoje, por falta de quórum. O ministro da Ciência e Tecnologia, deputado federal licenciado Celso Pansera (PMDB-RJ), acompanha a sessão dentro do plenário.