enkontra.com
Fechar busca

Política

politica

‘Com que poder, o sr. destituiu o Bandeira?’, diz Renan a Alcolumbre

  • Por Estadão Conteúdo

O senador Renan Calheiros (MDB-AL) fez na noite desta sexta-feira, 1º, mais críticas ao senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), por ele seguir no comando da sessão do Senado. Renan defende que Alcolumbre não pode conduzir a sessão e, ao mesmo tempo, ser candidato à presidência da Casa.

“Eu nunca tentei substituir a decisão de ninguém”, disse Renan. “Eu faço, Davi – desculpe não chamá-lo de presidente -, qualquer acordo”, afirmou Renan. “Mas o povo de Alagoas não me elegeu para descumprir a Constituição.”

Renan questionou ainda “com que poder” Alcolumbre destituiu o ex-secretário-geral da Mesa do Senado Luiz Fernando Bandeira de Mello. “Com que poder o senhor destituiu o Bandeira? Por um ato administrativo?”, questionou. “Se vossa excelência pode tudo isso, quem sou eu, Renan, cavalo do cão; eu vou eleger vossa excelência”, ironizou.

Intransigente

O senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) afirmou que aguardará “nesta cadeira, de forma intransigente, o acordo que foi proposto ao José Maranhão”. Ele fez referência ao acordo para que o senador Maranhão (MDB-CE) assuma o comando da sessão de hoje no lugar de Alcolumbre.

O senador do DEM é alvo de críticas nas últimas horas, no Senado, por comandar a sessão e, ao mesmo tempo, ser candidato à Presidência. “Aguardo como presidente tampão que vamos construir esse entendimento”, disse Alcolumbre. “O acordo é para que Maranhão não revogue o voto aberto; ficarei nesta cadeira até o entendimento”, acrescentou.

Maranhão é aliado do senador Renan Calheiros (MDB-AL), que também é candidato à presidência da Casa e é contrário ao voto aberto.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas