O candidato do PSDB ao Senado por São Paulo, Aloysio Nunes Ferreira, disse hoje esperar uma “migração de votos considerável” para sua candidatura “à medida que o apoio de (Orestes) Quércia seja explicitado”. Por questões de saúde, o candidato do PMDB ao Senado desistiu da candidatura e oficializou o apoio ao tucano.

Com a renúncia do ex-governador, Aloysio Nunes passa a ser o único candidato da coligação Unidos Por São Paulo e, a partir de agora, terá cerca de cinco minutos na propaganda eleitoral de rádio e televisão. Ele afirmou que seguirá a mesma linha de seus programas atuais, “evitando promessas e coisas mirabolantes”.

“Evidentemente mostrarei as pessoas que me apoiam, tem prestígio político e fazem parte da minha história”, disse, confirmando que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e os candidatos à Presidência, José Serra, e ao governo de São Paulo, Geraldo Alckmin, terão espaço em seu programa.