A cirurgia à qual foi submetido o vice-presidente da República, José Alencar, atingiu seus objetivos, de acordo com o boletim divulgado há pouco pelo Hospital Sírio-Libanês. O procedimento, de acordo com o comunicado, foi feito por meio de ressecção do principal segmento de intestino comprometido. A cirurgia teve início às 8h30 e durou cerca de cinco horas. Ela foi conduzida pelos médicos Raul Cutait e Ademar Lopes.

Alencar já está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) cardiológica do hospital. A entrevista coletiva para mais esclarecimentos sobre o procedimento e sobre o estado de saúde do vice-presidente está marcada para as 10h30 do domingo. As equipes médicas que acompanham José Alencar são coordenadas por Cutait, Lopes, Paulo Hoff, Roberto Kalil Filho e Paulo Ayrosa Galvão. O boletim é assinado pelo diretor técnico hospitalar Antônio Carlos Onofre de Lira e pelo diretor clínico Riad Younes.

O chefe de gabinete do vice-presidente, Adriano Silva, disse há pouco que visitou Alencar e que ele está bem.