enkontra.com
Fechar busca

Política

politica

Cidades de Cajamar, Lagoinha e Macaubal elegem novos prefeitos

  • Por Estadão Conteúdo

As cidades de Cajamar, na Região Metropolitana de São Paulo, Lagoinha e Macaubal, no interior do Estado, elegeram novos prefeitos neste domingo, 17. As eleições suplementares foram marcadas após a cassação dos mandatos dos eleitos em 2016 e de seus vices. Os três novos prefeitos serão diplomados até o próximo dia 22 para exercer os mandatos até 31 de dezembro de 2020.

Em Cajamar, a disputa se deu entre oito candidatos e Danilo Joan (PSD) levou a prefeitura com 18.911 votos, 48,7% dos votos válidos. O novo pleito foi marcado após a cassação da então prefeita Paula Ribas (PSB). A vice-prefeita Dalete de Oliveira (PCdoB) chegou a assumir a prefeitura, mas também foi cassada no mesmo processo que apurou irregularidades na campanha eleitoral.

Em Lagoinha, os eleitores escolheram para prefeito Tiago Magno (PR), que obteve 1.965 votos, equivalentes a 49,8% dos votos válidos. Ele já havia disputado as eleições em 2016, mas não se elegeu. Neste domingo, Magno ficou à frente de outros três candidatos. As novas eleições foram marcadas após a cassação do então prefeito Claudio Henrique da Silva Zizo (MDB) e seu vice Francisco Diogo de Carvalho (PSD) por abuso de poder econômico durante a campanha.

Em Macaubal, o candidato do PSDB, Wanderlei Melhado, ficou à frente de seus dois adversários com 1.663 votos – 40% dos votos válidos. O prefeito eleito em 2016, João Florêncio Neto, do mesmo partido, teve o mandato cassado pela Câmara de Vereadores, após ser acusado de improbidade administrativa. O vice, o tucano Celso Luiz Penhalves, chegou a assumir o cargo, mas renunciou. Desde então, o município tem prefeito interino.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas