O ex-vereador Lauro Carvalho Chaves morreu ontem aos 83 anos, por insuficiência cardiorrespiratória. O corpo sai do plenário da Câmara de Curitiba para o sepultamento, marcado para hoje, às 10h30, no Cemitério Municipal.

Lauro Chaves começou a carreira polícia pelo MDB (atual PMDB) como suplente, em 1959. Em 1960 foi um dos apenas seis vereadores do partido oposicionista. Exerceu o cargo durante 26 anos. Nesse período, foi vice-presidente da Câmara por duas vezes, além de líder do partido. Entre as suas principais lutas concretizadas, estão as construções do Parque Iberê de Matos (Parque Bacacheri), da capela do Cemitério do Santa Cândida, o Cemitério Vertical e a implantação do jogo de xadrez nas escolas. “Ele lutou 17 anos para a criação do Parque Bacacheri”, lembrou sua única filha, Taís Carvalho Chaves Mendonça.

Tenente da Aeronáutica, no início da década 50 foi um dos primeiros carnavalescos da cidade, com o bloco “Asas da Alegria”, cujos componentes, em grande parte, vinham da Base Aérea. Também jogou no Palestra Itália, um dos times originários do Paraná Clube, com o apelido de “Baio”.

Lauro deixa viúva Santina Terron Carvalho Chaves, 81, e três netos, Dimitra, Lauro e Constantino.