Convocados como testemunhas de defesa no processo em que o diretor do Procon do Paraná, Algaci Túlio, é acusado de participar de operação irregular de empréstimo no Banestado, o prefeito de Curitiba, Cassio Taniguchi (PFL) e o deputado estadual Rafael Greca (PMDB) já têm datas marcadas para depor na 3.ª Vara Criminal da Justiça Federal em Curitiba.

Greca é o primeiro a depor, às 10h do dia 27 de maio. A audiência com Taniguchi será no dia 15 de junho, às 14h. As convocações foram publicadas ontem, no Diário da Justiça. A defesa de Túlio estuda ainda a possibilidade de convocar os testemunhos do governador Roberto Requião (PMDB), do ex-governador Jaime Lerner (PSB) e do ex-secretário estadual de Finanças, Giovani Gionédis. Além de Tulio, estão sendo acusadas mais dezoito pessoas por suposto envolvimento em operações irregulares com o Banestado.