“Eles também deram esse parecer para o Belinati (Antonio -candidato a prefeito de Londrina pelo PP) e o recurso dele foi aceito. Tenho fé que comigo acontecerá o mesmo.”

Foi assim que candidato à Prefeitura de Araucária Zezé (PSDB) reagiu ao parecer da Procuradoria-Geral Eleitoral pelo indeferimento de seu recurso contra a cassação do registro de sua candidatura.

Zezé foi o mais votado na eleição de domingo, mas não foi eleito pois todos os seus votos foram considerados nulos, uma vez que sua candidatura foi impugnada.

Zezé teve o registro indeferido porque foi declarado inelegível em 2004 por ser sócio de uma empresa em processo de falência com dívida de R$ 48 milhões. O recurso de Zezé deve ser julgado na próxima semana pelo Tribunal Superior Eleitoral.

“No TSE, eles vão analisar minha defesa. Encaminhei cópias da sentença de exoneração de responsabilidade e do efeito suspensivo a meu favor. A Justiça já decidiu que, mesmo sendo sócio, não tenho responsabilidade pela falência”, disse.