Além do prolongamento dos trabalhos até janeiro do ano que vem, a Câmara Municipal de Curitiba também deverá protagonizar intensas negociações com vistas a composição da Nova Mesa Executiva. O vereador João Cláudio Derosso (PSDB), que exerce seu segundo mandato no comando do poder Legislativo, é novamente candidato ao posto. Mas não é o único interessado: o vereador Marcelo Almeida (PMDB), começa a articular sua possível candidatura, e o Partido dos Trabalhadores, estimulado pelo exito obtido nas urnas em outubro, se mobiliza para lançar candidato próprio.

Nada menos do que quatro vereadores petistas se elegeram em outubro: Jorge Samek e Clair Martins para a Câmara Federal, e Natálio Stica e Tadeu Veneri para a Assembléia Legislativa.  Os suplentes, que assumem em fevereiro, chegam com a corda toda. Mas não deverão influir no processo: como a eleição da Mesa está prevista para janeiro, participarão da escolha da nova direção do Legislativo os atuais vereadores.