O projeto de lei do novo plano de carreira, encaminhado pelo prefeito Cassio Taniguchi à Câmara de Vereadores, estabelece sistema de premiação que garante ganho salarial entre 2,8% e 11,6%. Pela proposta, cerca de 80% dos servidores enquadrados terão a alíquota mais alta, de 11,6%. O projeto já está em discussão e deve ser votado pelos vereadores entre fim de maio e começo de junho.

O plano proposto contempla 15.385 servidores das áreas administrativa, de infra-estrutura e saúde social. Os demais 14.308 servidores da Prefeitura são do magistério, educadores e guardas municipais, que têm planos de carreira específicos, implantados nos últimos três anos.

Outro benefício imediato para o servidor é a possibilidade de avanços na carreira, garantindo novos ganhos salariais, através de aperfeiçoamento e de bons serviços prestados à comunidade. O projeto foi encaminhado à Câmara pelo prefeito no dia 31 do mês passado. “O plano traz boa novidade. Além do ganho salarial, garante o reconhecimento ao trabalho e esforço do servidor que busca mais escolaridade, aperfeiçoamento e cursos técnicos, melhorando a qualidade do serviço público”, define Cassio.

Premiação

Com a premiação, cerca de 80% dos servidores enquadrados no plano serão contemplados com ganhos reais de 11,670%. Outros 10% terão ganhos de 8,637%. Os demais poderão ser premiados com índices que variam entre 5,678% a 2,800%, a partir de julho.

O plano vai além de ganhos salariais imediatos. “Representa uma trajetória de carreira e oferece perspectivas positivas para os servidores do município”, diz a secretária municipal de Recursos Humanos, Marisa Cardoso Marés de Souza.

Segundo Marisa, a proposta mantém todos os benefícios já conquistados pelos servidores, como o qüinqüênio, as remunerações variáveis e as gratificações já existentes.