enkontra.com
Fechar busca

Política

Caio Brandão assume presidência da Sanepar

  • Por Elizabete Castro
A posse de Caio Brandão acontece hoje.

O engenheiro Caio Brandão assume hoje a presidência da Sanepar. Ele foi eleito na assembléia geral do Conselho de Administração, realizada ontem à tarde, que indicou também os novos diretores da empresa.

O advogado Pedro Henrique Xavier assumiu a presidência do Conselho, em substituição ao ex-secretário da Fazenda Ingo Hübert, que não participou da assembléia. O sócio privado da Sanepar, o Consórcio Dominó, manteve uma das diretorias da empresa e duas vagas no Conselho de Administração. Os novos diretores serão empossados hoje. O governador Roberto Requião declarou que a assembléia geral da empresa encerrou “o capítulo da apropriação indevida do patrimônio público”. Para o governador, o consumidor sai ganhando. “O consumidor passa a ter uma empresa pública interessada na água barata e no saneamento estendido ao conjunto da população por preços que possam ser pagos”, afirmou.

Dos seis diretores da empresa, cinco foram indicados pelo governo do Estado – Stênio Jacob (diretor-superintendente), Domingos Budel (diretor-administrativo), Hudson Calefe (diretor-financeiro), Maria Arlete Rosa (Novos Negócios) e Germinal Poccá (Relações com os Investidores). A única diretoria que coube ao Consórcio Dominó foi a de Operações. O representante do grupo, Pierre Yves Mourgue, permaneceu no cargo.

O procurador-geral do Estado, Sérgio Botto de Lacerda, é o vice-presidente do Conselho de Administração. Os demais integrantes são: o presidente da empresa, Caio Brandão; o secretário da Fazenda, Heron Arzua; Marcos Vinicius Ferreira Mazzoni; e os dois representantes do Consórcio – Rodrigo Bhering de Andrade e Bernard Maiffret. O representante dos funcionários da Sanepar no Conselho é Hamilton Aparecido Gimenez.

Mudança feita

A assembléia geral concretizou as mudanças decretadas pelo governador Roberto Requião (PMDB) na empresa. Em decreto baixado em 17 de fevereiro, Requião anulou o acordo de acionistas segundo o qual o grupo privado formado pelas empresas Andrade Gutierrez, Banco Opportunity e a francesa Vivendi detinham as principais diretorias da empresa.

“O objetivo de trazer de volta a companhia para as mãos do poder público está sendo cumprido com a nova diretoria”, afirmou Lacerda. O Consórcio Dominó, até agora, não adotou nenhuma medida para reverter o decreto de Requião. Na assembléia de ontem, nenhum dos diretores que representam o consórcio compareceram.

A Assembléia foi dividida em duas votações. Na primeira o advogado Pedro Henrique Xavier e o procurador Sérgio Botto de Lacerda, foram empossados, respectivamente, como presidente e vice presidente do Conselho Administrativo. Em seguida, foram eleitos os integrantes do Conselho, titulares e suplentes, e a diretoria executiva da Companhia. Automaticamente foram votadas a renúncia e destituição da antiga diretoria, incluindo os cargos anteriormente assegurados aos sócios minoritários.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas