O presidente eleito, Jair Bolsonaro, continua em Brasília nesta quarta-feira, 12, para um dia de agenda extensa. Ele continuará a rodada de conversas com partidos políticos, entre eles o PP e PROS. Também vai reunir o seu partido, o PSL, para acalmar os ânimos após divergências.

Às 9h30, Bolsonaro estava no Comando de Operações Táticas (COT) da Polícia Federal para uma visita de cortesia. O encontro é fechado.

Às 11h, Bolsonaro tem reunião com o ministro extraordinário da transição, Onyx Lorenzoni, e a bancada do DEM, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB). Em seguida, ao meio dia, tem almoço com a turma AMAN 1977 no Clube do Exército.

Por volta das 14h30, de volta ao CCBB, Bolsonaro tem encontro com o governador eleito do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite; às 15h, reúne-se com o ministro Lorenzoni e a bancada do PSL. Às 16h30, a reunião será com o ministro e a bancada do PP e, na sequência, com a bancada do PROS.