Foto: Aliocha Maurício

Beto: ?A segurança pública é um dever constitucional?.

O prefeito Beto Richa anunciou ontem que a Prefeitura de Curitiba instalará mais 97 câmeras de segurança no centro da cidade e nos bairros. O anúncio foi feito na Associação Comercial do Paraná (ACP), durante apresentação das obras da Prefeitura no centro da cidade e dos projetos do programa municipal Marco Zero.

?A segurança pública é um dever constitucional do Estado e do governo federal. Mesmo assim, estamos procurando fazer a nossa parte. Não ficamos de braços cruzados diante dos problemas de segurança que preocupam a todos os empresários, trabalhadores e a todas as famílias curitibanas?, disse Richa.

Richa também falou aos empresários sobre os esforços que estão sendo feitos pela Prefeitura para melhorar a segurança na cidade. Entre eles, Richa destacou a implantação de Postos Avançados da Guarda Municipal na Praça Rui Barbosa, maior terminal aberto de ônibus da cidade, e no Largo da Ordem, no Centro Histórico. ?São muitas as medidas que temos para melhorar a segurança em nossa cidade. Mas esperamos também que o governo estadual possa fazer a sua parte?, disse.

O prefeito lembrou, ainda, dos investimentos para ampliação e qualificação da Guarda Municipal de Curitiba, que recebeu aplicação de R$ 4 milhões desde 2005. Foram contratados 538 guardas desde janeiro de 2005, elevando o contingente para 1.702 guardas. Com isso, Curitiba tem hoje quase um guarda para cada grupo de 1.000 habitantes, a maior guarda municipal do Brasil, proporcionalmente à população.

Foi dobrado o número de armamentos e o número de viaturas da Guarda, que passou de 42 para 86 viaturas. Também foram adquiridos coletes à prova de balas para todos os guardas municipais. Em 2005, havia apenas cerca de 300 coletes.

Richa disse também que a Prefeitura está melhorando continuamente a iluminação pública, fazendo obras e promovendo atividades de formação profissional, esporte e lazer, que contribuem para reduzir os índices de criminalidade. ?Atuamos muito no combate às causas da violência, que são o desemprego e a desigualdade social?, afirmou.

O encontro de Beto Richa com os empresários do Centro Vivo serviu também para que o prefeito recebesse sugestões de melhorias para as ruas da região central de Curitiba. Depois de ouvir a todos, o prefeito apresentou as ações do programa Marco Zero, implantado em 2005, para revitalizar a área central e desenvolver sua economia em benefício do comércio e da população.