Antonio Cruz/Agência Brasil
Governador Geraldo Alckmin com Dilma Rousseff nesta quarta: o primeiro virou torcedor da segunda.

 

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), disse nesta quarta-feira (16), em entrevista no Palácio do Planalto, em Brasília, que seu Estado será parceiro do governo de Dilma Rousseff. Ao ser questionado sobre a postura discreta da presidente, chegando a ser comparada como ele a um “picolé de chuchu”, Alckmin riu e afirmou: “Nós torcemos muito por ela, por seu trabalho. Ela tem conhecimento de Estado e de gestão. São Paulo será um parceiro deste trabalho”.

Ao contrário dos demais governadores que já estiveram com a presidente, Alckmin falou com a imprensa no salão nobre do Planalto, em entrevista organizada pela Secretaria de Imprensa da Presidência. Os outros governadores deram entrevista no térreo do prédio. Além disso, a todo momento, o governador paulista fez questão de ressaltar que suas posições contam com o apoio de Dilma.

Leia mais

 Alckmin: é cedo avaliar impacto das decisões do DEM

?