O senador José Agripino Maia (DEM-RN) foi eleito hoje o novo presidente do Democratas. Agripino vai, na verdade, cumprir um mandato tampão até setembro, quando acabaria a gestão do deputado Rodrigo Maia (RJ). Mas, provavelmente, depois desse período, o nome do senador deve ser confirmado para um novo mandato.

A eleição aconteceu durante convenção do DEM, em Brasília. O tom dos discursos, no encontro, é conciliador. Os democratas apostam na unidade do partido para conseguir uma identidade própria e marcar atuação forte como oposição. Com exceção do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, todas as principais lideranças e parlamentares da legenda estiveram na convenção.

Com a realização dessa convenção, o partido esperar conseguir pacificar os dissidentes. O senador Agripino insiste que não haverá debandada no DEM, mesmo se confirmada a saída de Kassab.

O presidente do PSDB, deputado Sérgio Guerra (PE), e o líder do PMDB na Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves (SP), estiveram na convenção para cumprimentar Agripino pela eleição.