O senador Aécio Neves (PSDB-MG), apontado como um dos pré-candidatos à Presidência da República, não tem perdido as oportunidades de percorrer o Paraná para falar com eleitores e mostrar suas opiniões, ainda que afirme sempre ser muito cedo para definir nomes de candidatos. Em dezembro esteve em Curitiba e hoje foi visitar o Show Rural, um dos maiores eventos agropecuários do País, em Cascavel, no oeste do Estado.

“Sou de uma família de pequenos produtores de café, vejo a luta e acompanho durante toda a minha vida sobretudo a luta do pequeno produtor, que luta com todas as dificuldades com relação ao crédito, ao custo da produção, à carência da infraestrutura”, apresentou-se. Num discurso que tem repetido algumas vezes, Aécio criticou o governo federal que, para ele, não trouxe qualquer inovação. “A agenda que está em curso no Brasil é uma agenda proposta pelo PSDB lá atrás”, afirmou.

Segundo o senador, ainda é cedo para o PSDB anunciar o nome de quem será candidato à eleição presidencial em 2014. “Uma decisão, por mais correta que possa parecer, tomada no tempo errado, é uma decisão errada”, salientou. Aécio acentuou que cabe ao seu partido apontar uma solução para o País. “É hora de o PSDB se apresentar ao Brasil, discutir os problemas reais das pessoas, condenando o aparelhamento da máquina pública, falando em investimentos na infraestrutura, em parcerias com o setor privado, valorizando o cooperativismo”, disse.

O governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), acompanhou o senador na visita e reiterou que Aécio é um dos nomes a serem analisados. “Temos também outros nomes que devem ser respeitados”, ponderou. “Mas concordo que é extemporâneo lançar candidato, é o momento de discutir o País.”