O Advogado Geral da União, Luís Inácio Adams, chegou na tarde desta sexta-feira, 11, ao Tribunal de Contas da União (TCU) para entregar a última parte da defesa da presidente Dilma Rousseff no processo de análise das contas federais de 2014. Hoje terminava o prazo dado pela Corte, que foi prorrogado por duas vezes, para que o governo apresentasse as explicações sobre possíveis irregularidades nas contas do ano passado.

O principal ponto da análise feita pelo TCU são as “pedaladas fiscais”, prática do Tesouro Nacional de atrasar de forma proposital os repasses para bancos públicos e privados com a finalidade de melhorar artificialmente as contas públicas.

Após a apresentação de explicações pelo governo, a equipe técnica do TCU irá elaborar um parecer sobre as contas. Depois, o relatório será levado a plenário pelo relator do processo, ministro Augusto Nardes.