A Polícia Rodoviária Estadual lançou, ao meio-dia nesta quarta-feira (25), a Operação Corpus Christi. Cerca de 150 policiais por dia estarão reforçando a segurança nas estradas paranaenses, até domingo (29). ?A polícia estará presente nos pontos mais críticos das rodovias sob sua responsabilidade. Além de fiscalizar os infratores, nós estaremos orientando todas as pessoas para que sigam suas viagens com prudência?, disse o comandante do Batalhão de Polícia Rodoviária, tenente-coronel Celso José Mello.

O Batalhão usará 130 veículos para fiscalizar as rodovias em todo o Estado. Foram detectados os pontos das estradas que registram acidentes com freqüência. De acordo com o tenente Sheldon Vortolin, chefe de Operações do BPRv, as três áreas mais preocupantes são na BR-369, trecho de Cambé a Rolândia, no quilômetro 163, com 45 acidentes este ano, ainda na BR-369, de Londrina a Cambé, no quilômetro 158, com 33 acidentes, e na BR-277, em Campo Largo, no quilômetro 130, com 32 acidentes. Ainda segundo o tenente Vortolin, a BR-277, entre os quilômetros 1 e 6 e na BR-376, sentido Santa Catarina, além da Estrada da Graciosa, nos quilômetros 9 e 10, são áreas onde é necessário maior precaução do motorista.

A polícia realizará dentro da Operação Corpus Christi a operação presença, que é efetivada com o aumento do número de policiais nas rodovias, a operação velocidade, que visa fiscalizar os motoristas que abusam da velocidade permitida e a operação veículo e condutor, que vai vistoriar a documentação dos carros e motoristas. A polícia orienta aos motoristas que utilizem o cinto de segurança, não realizem ultrapassagens perigosas, e obedeçam às sinalizações.

Sistema

Um sistema desenvolvido pelo departamento de planejamento da polícia rodoviária estadual possibilitou um mapeamento dos pontos de maior perigo das rodovias do Paraná. De acordo com o chefe de operações da BPRv, o sistema funciona com trabalho rápido de registros das ocorrências. ?Quando ocorre algum acidente, o policial registra rapidamente no computador onde aconteceu. Assim, nós criamos um sistema de busca no nosso computador em que nos mostra a rodovia, o quilômetro e o número de acidentes naquele local?, disse o tenente.