Em Curitiba 33 pessoas foram detidas por prática de propaganda irregular, e encaminhadas para o Centro de Triagem da Justiça Eleitoral, no ginásio da Universidade Católica. O trabalho de fiscalização está sendo feito em conjunto com a Vara de Infância e Juventude, as polícias Federal e Militar, a Defensoria Pública e o Ministério Público. Todos que cometerem crimes eleitorais serão encaminhados para o local.

Quando o crime for de menor potencial ofensivo, após o preenchimento conjunto do termo circunstanciado pelas Polícias Militar e Federal, o denunciado é encaminhado ao Plantão Judicial Eleitoral, onde o Ministério Público oferece a transação penal que consistirá em prestação de serviços à comunidade – limpeza dos locais de votação, retirada panfletos, santinhos e outros materiais na semana que sucede o pleito -, bem como prestação pecuniária ou em espécie a entidades assistenciais.