Brasília (AE) – A Polícia Federal indiciou os pilotos norte-americanos Joe Lepore e Jan Paladino por não terem observado as cautelas necessárias durante o vôo. Eles pilotavam o jato Legacy que se chocou no ar com o boeing da Gol, em 29 de setembro, causando a morte de 154 pessoas. O raciocínio da PF é lógico: como os dois pilotos estavam voando por instrumentos, tinham de ter total controle sobre eles.

A PF espera que laudos do Instituto Nacional de Criminalística (INC) sejam capazes de confirmar se, como indicam os diálogos dos dois pilotos na cabine, o TCAS (equipamento anticolisão) estava mesmo desligado. Segundo uma fonte da PF, o objetivo é reunir o melhor conjunto probatório possível a respeito da eventual responsabilidade dos pilotos americanos no acidente. Os dois pilotos foram enquadrados no artigo 261 do Código Penal (expor a perigo embarcação ou aeronave, própria ou alheia). A PF também investiga a responsabilidade dos controladores que trabalharam na orientação dos pilotos no dia do acidente.