O Banco Central começou hoje (29) a enviar para a Polícia Federal informações da movimentação dos bancos Safra, Bradesco, Boston e Banco do Brasil. O BC vai repassar os dados dos saques acima de R$ 10 mil, ou acima de R$ 2 mil no caso de saques seqüenciados e que ultrapassarem R$ 10 mil, de todas as agências dos quatro bancos em São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro.

Segundo o Banco Central, serão repassadas as informações de saques no período entre 28 de agosto e 14 de setembro.
De acordo com a instituição,  no caso dos dólares, serão enviadas informações sobre operações do Sofisa feitas por casas de câmbio e pessoas físicas acima de US$ 10 mil no período de 17 de agosto a 14 de setembro.

Com base nas informações, a PF poderá identificar o autor dos saques de R$ 1,168 milhão e os US$ 248,8 mil encontrados com os petistas Valdebran Padilha e Gedimar Passos. Os dois foram presos no último dia 14 acusados de participação na compra e venda de dossiê contra políticos do PSDB.

O dono da Planam, Luiz Antonio Vedoin, e seu primo Paulo Roberto Trevisan são acusados de planejar a venda, por cerca de R$ 2 milhões, de imagens de vídeo, uma agenda e fotografias contra candidatos do PSDB. Vedoin é o único dos acusados que ainda está preso.