Será realizada hoje, em Anapu, no Pará, a reconstituição do assassinato da freira americana Dorothy Stang, de 73 anos. Os pistoleiros Rayfran das Neves Sales, o ‘Fogoió’, Clodoaldo Carlos Batista e o intermediário Amair Feijoli da Cunha, o ‘Tato’, vão mostrar à polícia como praticaram o crime, ocorrido há 12 dias. Com a reconstituição, a polícia praticamente conclui o inquérito, restando, apenas, a prisão de Vitalmiro Gonçalves de Moura, o ‘Bida’, acusado de ser o mandante do crime. A prisão dele também vai ajudar a esclarecer se de fato foi formado um ‘consórcio’ de madeireiros, fazendeiros e grileiros para pagar os R$ 50 mil entregues aos dois pistoleiros.

O ministro do Desenvolvimento Agrário, Miguel Rosseto, está em Belém, onde vai se reunir com lideranças que defendem a reforma agrária. Às 10 horas, ele também tem um encontro com o governador do Pará, Simão Jatene, e depois viaja para Paraopebas uma das áreas de conflito agrário no Estado