O projeto Eu Sou Poeta desenvolvido pela Escola Estadual Rui Barbosa, de Jandaia do Sul, está incentivando os estudantes a escreverem poesias. Todos os 420 alunos participaram e 60 poesias foram selecionadas para decorar os 860 metros quadrados de muros da escola.

Para a professora de Português e coordenadora do projeto, Francismara Pires, a idéia do programa é transformar o muro num livro a céu aberto que tem como resultado o desenvolvimento da leitura e da escrita e o despertar da emoção. ?A grande motivação dos alunos é a de ter para quem produzir, ou seja, o trabalho deles não fica restrito aos professores?, argumenta. ?Quem não gosta de ver reconhecido o seu trabalho?, indaga.

O diretor da escola, Sebastião Sérgio Fabricio, explica que o projeto já está no sexto ano de realização. ?Se depender do entusiasmo dos professores e alunos teremos muitos anos pela frente?, reforça. ?A comunidade também aprovou. Quando passa na frente da escola costuma ler as poesias e até copiá-las para apreciar com mais calma?, relata.

Segundo Sebastião, a direção da escola para a pintura dos muros utilizou os recursos do Fundo Rotativo, via Fundepar. ?Apenas com o dinheiro da Associação de Pais, Mestres e Funcionários (APMF) não teríamos conseguido realizar o projeto esse ano?, conta. ?Depois que começamos a pintar os muros da escola com as poesias, os alunos passaram a valorizar o prédio. Prova disso é que não houve mais nenhum caso de pichamento?, argumenta o professor de português, Wilian da Cruz.

Os alunos participantes, Mário Henrique Melchiades (13), Maiara da Silva Scorsato (11) e Alex Junior Costa Silvério (13), que tiveram suas poesias escolhidas são unânimes na alegria em ter participado do projeto. ?É muito legal ter minha poesia no muro da escola, todos passam e lêem. É gratificante?, disse Maiara.