O Comando do Policiamento da Capital da Polícia Militar (CPC) deflagrou, na tarde desta quinta-feira, a Operação de Complementação Preventiva de Segurança Pública. Neste primeiro dia, 21 bairros de Curitiba foram beneficiados pelo reforço policial em todas as regiões da cidade.

?Essa operação não tem o objetivo de focar lugares específicos, mas sim de complementar as ações de segurança desenvolvidas pela Polícia Militar. Se houver situações de flagrantes, faremos os devidos encaminhamentos para as delegacias?, informou o coordenador da operação, tenente-coronel Avelino José Novakoski.

O efetivo empregado na operação foi de 150 homens em 60 viaturas. Eles saíram do Quartel do Comando Geral da PM e cada equipe seguiu para os bairros previamente selecionados pelo sistema de gerenciamento de dados do CPC. O coronel Novakoski explicou que estas operações serão constantes a partir de agora e têm caráter preventivo, para retirar de circulação armas, drogas, verificar veículos roubados ou furtados e ainda encontrar pessoas foragidas.

?Estamos promovendo a tranqüilidade das pessoas de bem de Curitiba?, disse o coordenador. ?Num segundo momento, vamos chegar até os municípios da região metropolitana, conforme as peculiaridades locais?, disse.

A operação se divide em batidas policiais e pontos de bloqueio. Os policiais do Regimento de Polícia Montada Coronel Dulcídio realizaram batidas policiais no Cajuru, Centenário, Uberaba e Vila Torres. As equipes do 13.º Batalhão da PM estiveram no Osternack, Bairro Novo, Cidade Industrial, Tatuquara, Vila Verde e Parolin, realizando batida policial e pontos de bloqueio.

O Batalhão de Polícia de Trânsito realizou bloqueio e vistoria de veículos nas proximidades do Terminal do Carmo. As viaturas da Companhia de Polícia de Choque realizou batidas policiais no Santa Cândida, Cachoeira, Abranches, Taboão, Barreirinha, Boa Vista, São Lourenço, Ahú, Cabral, Juvevê, Alto da Glória e São Braz.