A Secretaria da Segurança Pública do Paraná promoveu, nesta sexta-feira (13), a desocupação da fazenda Paraná Florestas, em Inácio Martins, região Centro-Sul do Estado. A fazenda estava ocupada por cerca de 50 integrantes do Movimento Sem Terra (MST). De acordo com a Polícia Militar, a reintegração começou por volta das 6h e terminou no início da tarde.

Três pessoas foram presas por dano ambiental. No local foram encontrados, 25 fornos de carvão, três motosserras sem registros e ainda 140 sacos de carvão. Uma carreta carregada de carvão também foi encontrada pela polícia a poucos metros da fazenda. Segundo a polícia, os invasores cortavam árvores da fazenda ilegalmente, depois vendiam a madeira e ainda faziam carvão dos galhos que sobravam. Os sacos de carvão e os fornos encontrados no local foram destruídos pela polícia.

Antônio Valdomiro Antunes, 42 anos, Altemir Badzbmski, 27, e Amazino José Veiga, 31, foram presos em flagrante e encaminhados para a delegacia de Inácio Martins. ?A área foi bastante danificada. A poucos metros da fazenda também encontramos uma carreta carregada de carvão. Encaminhamos o caso para Polícia Florestal, que irá verificar se a carga era irregular?, informou o tenente Rodolfo Kredens Silva , Relações Públicas do 16.º Batalhão da Polícia Militar. A área que foi invadida tem cerca de 160 alqueires e estava ocupada há sete meses.