O plenário da Câmara dos Deputados aprecia hoje (14), a partir das 16 horas, o pedido de cassação do deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ) por quebra de decoro parlamentar. A votação será secreta e por meio de cédulas. Caso o pedido seja aceito por 257 dos 513 deputados, Jefferson perderá os direitos políticos por oito anos.

A partir de um pedido do presidente do PL, o ex-deputado Valdemar da Costa Neto, o Conselho de Ética da Câmara instaurou o processo de cassação. Em sua defesa, o deputado não apresentou provas do esquema do mensalão (pagamento de mesada a parlamentares em troca de apoio na votação de projetos) por ele denunciado e disse que recebeu R$ 4 milhões do Partido dos Trabalhadores, o que constitui crime eleitoral.