A Polícia Federal deve chamar hoje os dois funcionários da Caixa Econômica Federal para deporem no inquérito sobre a violação do sigilo bancário do caseiro Francenildo dos Santos Costa. Os dois funcionários, cujos nomes não foram divulgados, foram identificados como responsáveis pela violação do sigilo, em auditoria realizada pela Caixa Econômica Federal.

Dois advogados da Caixa entregaram ontem a documentação ao delegado Rodrigo Carneiro Gomes, encarregado do inquérito. A expectativa é que a PF divulgue os nomes dos funcionários acusados ainda hoje.