A Policia Federal deve começar a ouvir hoje os quatro clandestinos que chegaram ao porto de Santos sábado, a bordo do navio Seda Victoria, de bandeira turca. Eles estão internados na Beneficência Portuguesa local por causa da desnutrição e desidratação que apresentavam quando foram retiradas da embarcação que está na barra do porto santista.

Os estrangeiros – adolescentes e jovens – irão responder a processo e deverão ser deportados. A Polícia Federal acredita que tenham invadido o navio no porto de Douala, no Camarões, e tenham essa nacionalidade. Quando foram descobertos, a tripulação pediu ajuda a um barco de pesca, de onde partiu o pedido de ajuda à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que retirou os jovens na manhã de sábado, com o apoio da Polícia Federal. Diante do quadro de desnutrição que se encontravam, foram encaminhados à Beneficência Portuguesa.