São Paulo (AE) – A Petrobras reajusta hoje (17) o preço do querosene de aviação em 10%. Pressionada pela escalada do preço do barril de petróleo, a empresa pretendia elevar o custo do querosene em pelo menos 26%, mas resolveu atender às reivindicações das companhias aéreas, que alegaram não poder arcar com este novo aumento. A decisão foi tomada pela diretoria da estatal na noite de sexta-feira (14), após reunião com representantes do Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (Snea) e de diversas empresas aéreas, no Rio.

A Petrobras altera o preço do querosene de aviação a cada quinze dias. Segundo o Snea, com este aumento, o combustível acumula alta de 50% em 2005. Entre os dias 8 e 11, as empresas TAM, Gol e Varig elevaram as tarifas aéreas em 15%, em média, com o objetivo de repassar o custo do combustível.