Rio de Janeiro – Relatório divulgado nesta quinta-feira (21) pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE), vinculada ao Ministério de Minas e  Energia, revela que o consumo de energia elétrica cresceu  4,1% em outubro  em todo o país, em relação a igual mês do ano passado.

De acordo com os técnicos da EPE, esse foi o segundo maior consumo registrado este ano depois do de março, quando a alta em relação ao mesmo mês de 2005 atingiu 7,5%.

De acordo com o boletim mensal ?Estatística e Análise do Mercado de Energia Elétrica?, elaborado pela EPE, o dado de outubro, superior à média de 2,9% de crescimento dos últimos seis meses, reforça a percepção de que o mercado consumidor está em franco processo de recuperação.

Influenciaram o resultado de outubro os crescimentos do consumo verificados nos setores industrial (4,4%) e residencial (4,2%), sendo que, nesta última classe de consumidores, a EPE destacou o aumento  de 7% registrado  nas regiões Norte e Nordeste do país.

Graças ao resultado apurado em outubro, o consumo acumula expansão no ano de 3,8% em comparação ao mesmo período de 2005. Os melhores desempenhos observados até outubro se concentram nas regiões Norte e Sudeste, com taxas acumuladas de 4,6% e 4,1% respectivamente, indica o boletim.

No período de janeiro a outubro, a liderança em termos de crescimento do mercado consumidor é exercida pela classe comercial, com aumento de 4,1%, e pelo conjunto denominado ?outros consumos?, com taxa de igual valor.  Segundo explicou a EPE, ?outros consumos? envolvem  o poder público, iluminação pública, serviço público e consumo próprio.