O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso afirmou nesta sexta-feira (13) não ser favorável à participação das Forças Armadas no combate à criminalidade. Ele afirmou que o pedido de ajuda do governador do Rio, Sérgio Cabral Filho, foi motivado por "desespero".

Fernando Henrique participou do encerramento do seminário internacional "A reinvenção do futuro das grandes metrópoles e a nova agenda de desenvolvimento econômico e social da América Latina", na sede da Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ).