O procurador geral da República, Antonio Fernando de Souza, deve encaminhar amanhã ao Supremo Tribunal Federal (STF) o pedido da Polícia Federal de ampliação por mais um mês do prazo do inquérito que investiga os saques nas contas do publicitário Marcos Valério no Banco Rural por parlamentares e assessores.

De acordo com a Assessoria de Imprensa da Procuradoria Geral da República, o procurador deverá determinar que a Polícia Federal realize novas diligências no caso.

No início deste mês, o procurador havia dado 15 dias para a análise dos saques e identificação dos nomes que aparecem nas listas de sacadores apresentadas por Marcos Valério e Simone Vasconcelos à Polícia Federal, mas a Polícia Federal não conseguiu concluir os trabalhos.