A Polícia Federal suspendeu nesta terça-feira (06) a emissão de novos passaportes, alegando que a Casa da Moeda não tem entregado as cadernetas usadas na elaboração do documento. A previsão, segundo a PF, é a de que elas voltem a ser entregues na quinta-feira, permitindo que o atendimento à população retorne na sexta.

Entre 400 e 600 pessoas dão entrada diariamente no documento. A Polícia Federal informou que poderá haver atrasos na entrega dos passaportes prontos. Não é a primeira vez que a falta de cadernetas provoca a paralisação na emissão do documento.

No início do ano, o Ministério das Relações Exteriores suspendeu por mais de uma semana a emissão em alguns postos diplomáticos no exterior. O motivo alegado foi o mesmo: a Casa da Moeda não ter entregue as cadernetas.

A paralisação atingiu os três postos da PF na cidade do Rio: na Praça Mauá e nos shoppings Rio Sul e Via Parque. Em todo o Estado também vêm faltando cadernetas. Há emissão nas delegacias regionais da PF em Nova Iguaçu e em Niterói.

A Casa da Moeda não se pronunciou sobre o assunto. Extra-oficialmente, a informação era a de que a máquina que fabrica as cadernetas estava quebrada.