O parecer do deputado Edmar Moreira (PFL-MG) no processo contra o deputado José Mentor (PT-SP) será votado na próxima quinta-feira (23) no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara. O relatório recomenda a absolvição do deputado.

Na reunião da semana passada, os deputados Júlio Delgado (PSB-MG) e Moroni Torgan (PFL-CE) pediram vistas ao relatório. Júlio Delgado disse que pediu vistas para analisar mais profundamente o documento. Foi o primeiro pedido de vistas de um relatório que recomenda a absolvição de um deputado no Conselho.

José Mentor é acusado de ter recebido R$ 120 mil de Rogério Tolentino, sócio de Marcos Valério Fernandes de Souza. Em depoimento no Conselho de Ética, o deputado alegou que o dinheiro foi recebido como pagamento por três pareceres jurídicos elaborados pelo escritório de advocacia no qual é sócio, a pedido de Tolentino.