Será enterrado na manhã desta quinta-feira, no município de São Tomé, noroeste do Paraná, às 9 horas, o corpo do pedreiro Sérgio dos Santos Silva, único brasileiro morto no atentado de 11 de março em Madri, na Espanha. O velório está sendo realizado na capela mortuária do cemitério municipal e segundo a Polícia Militar, o movimento é tão grande que está sendo necessário controlar a entrada das pessoas.

Foram 20 horas de viagem da Espanha até a pequena cidade de São Tomé, onde moram cerca de cinco mil habitantes, todos chocados e protestando pacificamente contra o terrorismo. Faixas pela cidade e em carros apelam para a paz mundial. Sérgio estava há seis meses trabalhando como mestre de obras na Espanha, para onde foi segundo a mãe, Maria dos Santos, contra a vontade da família. Sérgio tinha 29 anos e deixa viúva Sara Alves, de 21 anos e um filho de 4 anos.