A campanha de vacinação contra a gripe, prevista para acabar hoje, foi prorrogada por mais uma semana e segue até o próximo dia 1.´. O Ministério da Saúde decidiu estender o período de imunização porque pouco mais da metade (52,5%) do público -composto por idosos a partir dos 60 anos, crianças entre seis meses e dois anos incompletos, gestantes e profissionais da saúde -tomou a vacina em todo o País. A meta é atingir pelo menos 80% de cobertura.

Com índice de vacinação acima da média nacional, o Paraná também vai estender a campanha. Até a manhã de ontem, mais de um milhão de pessoas foram imunizadas contra a gripe, cerca de 65% do público, mas 200 mil paranaenses ainda precisam comparecer às unidades de saúde. Em todo o Estado, 85 cidades já atingiram a meta do Ministério da Saúde. Os municípios de Goioxim, Nova Aliança do Ivaí e Pitangueiras chegaram a 100% de cobertura.

Imunização

Neste ano Curitiba já teve oito casos graves de gripe confirmados (seis pacientes com H1N1 e dois diagnosticados com a gripe B), além de uma morte causada pelo vírus H1N1. Até a manhã de ontem, a cidade registrou 69,7% do público imunizado, faltando a aplicação de 77 mil doses. “Pedimos que a população vá ao local de vacinação, especialmente o público elencado pelo Ministério da Saúde, que tem maior probabilidade que a gripe tenha complicação, que pode matar”, reforça a secretária municipal da Saúde, Eliane Chomatas. A vacina está disponível nas unidades básicas de saúde e nos Centros de Urgências Médicas durante o fim de semana.