A partir de 18 de dezembro, estacionar sem credencial em vaga exclusiva para idosos, portadores de deficiência e pessoas com dificuldade de locomoção será passível de penalidades previstas no Código de Trânsito Brasileiro – multa de R$ 53,20, três pontos na Carteira Nacional de Habilitação e remoção do veículo.

O credenciamento para uso das vagas especiais está sendo feito pela Urbs, Urbanização de Curitiba S/A desde o fim de agosto e, até aqui, cerca 1,2 mil pessoas já fizeram sua credencial. O credenciamento deve ser feito pela internet, no site da Urbs (www.urbs.curitiba.pr.gov.br).

Uma vez preenchido o cadastro, a Urbs agenda por e-mail ou pelo próprio site a data em que o idoso ou portador de deficiência deverá comparecer para autenticação da documentação e retirada da credencial.

Podem fazer o credenciamento pessoas que já tenham completado 60 anos de idade, que sejam portadoras de necessidades especiais ou tenham dificuldade de locomoção e que residam em Curitiba. Também podem se credenciar motoristas que conduzem idosos ou portadores de deficiência.

O uso da credencial é obrigatório tanto em áreas privadas – como hospitais, shoppings, supermercados e universidades, por exemplo – quanto em vagas exclusivas do Estacionamento Regulamentado (EstaR).

Ao todo, Curitiba terá em dezembro 409 vagas do EstaR para idosos e 164 vagas para portadores de deficiência. No total, a cidade tem cerca de 8 mil vagas de EstaR.

Credencial

A vaga especial é um direito assegurado por lei federal com uso regulamentado por Resolução do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN) que determina que 5% do total de vagas do estacionamento regulamentado sejam destinadas a idosos e 2%, a portadores de deficiência.

Ao usar uma vaga especial o motorista deve deixar a credencial fornecida pela Urbs no painel do carro, com frente voltada para cima. A credencial também deve ser apresentada sempre que solicitado pela fiscalização. O cadastro é feito pela internet, no site www.urbs.curitiba.pr.gov.br.

No caso do estacionamento regulamentado, a credencial garante a vaga mas não exime o usuário do pagamento. Assim, nestas vagas será necessário deixar no painel, além da credencial, o cartão do EstaR que custa R$ 1,00 a hora.