A partir desta segunda-feira (10), as 109 unidades básicas de saúde estarão oferecendo gratuitamente a vacina contra HPV para meninas de 11 a 13 anos. Em uma segunda etapa, a vacinação também será realizada em algumas escolas municipais, estaduais e particulares da capital.

A vacina protege contra o papilomavírus humano (HPV), responsável por 70% dos casos de câncer de colo de útero em todo o mundo. A doença é a terceira principal causa de morte por câncer entre mulheres no Brasil.

“Estudos já demonstraram a efetividade da vacina, que deve ser aplicada em três doses. É importante que os pais fiquem atentos à importância dessa vacina para que suas filhas fiquem protegidas e que a médio e longo prazo a incidência deste câncer diminua em todo país”, explicou a diretora do departamento de epidemiologia da Secretaria Municipal da Saúde, Juliane Oliveira.

Em Curitiba residem aproximadamente 40 mil adolescentes nesta faixa etária e a meta é de vacinar pelo menos 80% deste público.

“Antes a vacina era oferecida apenas nas clínicas particulares e as três doses custavam cerca de R$ 1 mil, agora ele passa a fazer parte do Calendário Nacional de Vacinação e a ser oferecida gratuitamente. Acreditamos que será bem aceita pela população”, ressaltou Juliane.

Após a primeira dose, as adolescentes vacinadas devem voltar a unidade básica de saúde para a 2ª dose depois de seis meses. Cinco anos após a 1ª dose, elas devem retornar para a 3ª dose, garantindo uma imunização eficaz e duradoura. Em 2015 serão vacinadas meninas de 9 a 11 anos de idade, e a partir de 2016 toda menina a partir dos 9 anos de idade.