Por falta de pagamento de salários e benefícios os funcionários responsáveis pela limpeza e copa dentro do Hospital de Clínica estão em greve novamente. A paralisação dos quase 300 funcionários da empresa Hamirisi Serviços é a terceira deste ano e a segunda nos últimos 30 dias.

“Não existe possibilidade dos funcionários trabalharem sem vale-transporte, sem alimentação e sem salários, mas estamos respeitando o efetivo mínimo de 30% dos serviços por se tratar de atividade essencial”, explicou Manassés Oliveira, presidente do Siemaco – Sindicato dos Empregados em Empresas de Asseio e Conservação de Curitiba.

Hoje (10) cedo o Siemaco realizou assembleia com os trabalhadores em frente ao Hospital e Clínicas e sem previsão de pagamento os funcionários iniciaram os procedimentos legais em favor da preservação dos seus direitos.

“Estamos com mais de 200 funcionários aqui na sede do Siemaco e vamos entrar com medida cautelar para garantir não só os salários atrasados, mas também benefícios, multas convencionais e verbas rescisórias já que a empresa está em final de contrato com os órgãos públicos”, afirmou o presidente.