O presidente do Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana (Sindimoc), Anderson Teixeira, afirmou que os motoristas e cobradores da Auto Viação Mercês, que entraram em greve na madrugada deste sábado (21) por falta de pagamento do 13º salário voltaram ao trabalho no início da tarde.

“Nós conversamos com os companheiros da Auto Viação Mercês e eles decidiram normalizar a operação, mas o indicativo de greve está mantido e na madrugada de segunda-feira (23) reuniremos toda a categoria para decidir se entraremos ou não em greve”, disse Teixeira.

O presidente do Sindimoc afirmou ainda que durante todo o ano de 2013 várias empresas atrasaram o pagamento dos salários, dos adiantamentos e de benefícios como o vale-transporte e isto gerou grande desgaste entre motoristas e cobradores.

A respeito do não pagamento do 13º salários aos funcionários da Auto Viação Mercês, Teixeira disse que ocorreu uma reunião envolvendo o Sindimoc e representantes do Sindicato das Empresas de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana (Setransp), que garantiram que pagariam o 13º salário.

“A alegação é que o consórcio do transporte coletivo não repassou o dinheiro devido às empresas e a Auto Viação Mercês não teve como pagar o 13º, o que obviamente não concordamos”, finalizou o presidente do Sindimoc.

Falta de ônibus

Um funcionário da Auto Viação Mercês que não quis se identificar afirmo que mesmo depois de os trabalhadores decidirem encerrar a greve, muitos deles se negaram a trabalhar e oito carros permaneceram na garagem da empresa, na tarde deste sábado, por falta de motoristas e cobradores.

Segundo o funcionário, somente a partir da noite de hoje é que a escala de ônibus da empresa estará operando em sua totalidade, mas ele confirmou que o pagamento do 13º ainda não foi feito. “Estamos chateados e na esperança de receber o quanto antes”.

Patrões em férias

A reportagem do Paraná Online ligou para o Sindicato das Empresas de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana (Setransp), mas o segurança que atendeu a ligação disse que o atendimento só será retomado a partir do dia 06 de janeiro de 2014.