Diante da liminar do Tribunal Regional do Trabalho do Paraná (TRT-PR), que determinou o retorno imediato de pelo menos 50% dos funcionários das empresas de transporte de valores do Paraná, os trabalhadores decidiram em assembleia encerrar a greve iniciada no dia 1º de fevereiro. Todos voltarão às atividades nesta quarta-feira (8) e, de acordo com o Sindicato dos Empregados em Empresas de Transporte de Valores e Escolta Armada do Paraná (Sindeesfort), o abastecimentos de bancos, cofres e correspondentes bancários deverá ser normalizado em dois dias.

O presidente do Sindeesfort, Paulo Sérgio Gomes, explicou que os trabalhadores voltam sem qualquer reajuste, mas vão aguardar o bom senso do Ministério Público do Trabalho que acompanhará o dissídio coletivo. “Agora volta a ser avaliada a pauta inicial que previa 13% de aumento real, creio que entre 45 e 60 dias saia a decisão”, prevê.

O presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Valores do Estado do Paraná, Gerson Pires, ponderou sobre um eventual acordo com o Sindeesfort. “Podemos aguardar a decisão da Justiça ou antecipar dentro de um acordo interessante para todas as partes envolvidas”.