Aliocha Maurício
Aliocha Maurício

No domingo, uma pessoa foi atingida
por um raio em Guarapuava.

Chuvas com raios e ventos fortes que se estenderam por várias regiões do Paraná entre domingo e esta segunda-feira (22 e 23) provocaram a morte de pelo menos cinco pessoas. Uma das vítimas morreu na tarde de ontem, no distrito de Guará, em Guarapuava, a cerca de 260 quilômetros de Curitiba, na região central do Estado, por causa de um raio. Outras quatro morreram à noite, em Ponta Grossa, a cerca de 120 quilômetros da capital paranaense, quando uma árvore caiu sobre o carro em que estavam.

De acordo com o Corpo de Bombeiros de Guarapuava, Eva Gonçalves Damião Pinto, de 42 anos, foi atingida pelo raio quando estava perto de um fogão a lenha. Provavelmente, a descarga elétrica foi atraída pela chaminé da casa. Ela chegou a ser levada para o hospital, mas não resistiu. O marido dela, Ardelino Pinto, de 45 anos, estava na casa, mas não sofreu nada. A filha do casal, Tereza, de 18 anos, teve queimaduras leves.

No início da noite de ontem, o carro de Marco Aparecido Alves, de 35 anos, foi atingido por uma árvore quando trafegava pela BR-376, na região de Ponta Grossa. Além de Marco, morreram os outros três ocupantes do veículo: Nilce Cristina do Nascimento Alves, d 34 anos, Flávia do Nascimento Alves, de 17 anos, e Reinaldo Alves Neto, de 5 anos. A Polícia Técnica esteve no local para fazer um levantamento e precisar a causa da queda da árvore, que pode ser o vento forte ou um raio.