Os táxis de Curitiba poderão trafegar pelas faixas exclusivas de ônibus a partir desta quinta-feira (12), desde que estejam transportando passageiros. A novidade faz parte de um conjunto de medidas determinadas em decreto pelo prefeito Gustavo Fruet. Os passageiros, no entanto, não poderão embarcar ou desembarcar nas canaletas; e a autorização não vale para aquelas que continuam sendo de uso exclusivo do transporte coletivo.

A implantação de ar condicionado em 100% da frota, padronização da vestimenta dos motoristas e criação de um sistema de pontuação, com o objetivo de promover maior controle de qualidade do serviço prestado ao cidadão; também fazem parte do conjunto de medidas anunciado pelo prefeito nesta quinta. O objetivo das mudanças, segundo o prefeito, é melhorar o serviço de táxi na cidade.

Algumas medidas, como o uso das faixas exclusivas, começam a valer imediatamente. Já a especificação do táxi executivo e a padronização da vestimenta terão prazos para adaptação.

Táxi executivo

Também foram anunciadas mudanças nos táxis executivos: os carros precisão ter motor de no mínimo 1.800 cilindradas e distância mínima de 2,65 metros entre os dois eixos, o que significa carro maior, com mais espaço interno. O veículo deverá ter cor preta e porta-malas com capacidade mínima de 450 litros. O motorista terá que usar roupa social, com gravata.

Compartilhado

Com as mudanças, o autorizatário do táxi compartilhado, prioritário para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, deverá disponibilizar um sistema de chamado amplamente divulgado, além de um número de telefone que possibilite o contato direto do usuário.

Mais vagas

O decreto ainda amplia de 20% para 30% do percentual de parada livre nos pontos semi-privativos. Isso significa que sobe de 195 para 292 o número de vagas livres nos 156 pontos semi-privativos. No total, a cidade tem 974 vagas para táxis em pontos semi privativos e 1.105 vagas estão m pontos de parada livre.